quinta-feira, 8 de julho de 2010

Semana do/a Estudante
Tema:
CULTURA: NOSSA TERRA, NOSSA HISTÓRIA E NOSSOS SONHOS.
Lema:
JUVENTUDE: MUITAS CARAS, MUITAS CORES, EM MARCHA CONTRA VIOLÊNCIA.
Iluminação Bíblica:
- Retrato das Primeiras Comunidades
A cultura pode contribuir muito no processo educativo, o espaço da escola deve
valorizar e fomentar as diversas expressões culturais do nosso povo.
Muitas vezes a escola é violenta quando uniformiza e não valoriza a pluralidade e a
diversidade cultural e ainda quando desvaloriza a memória dos povos e conta histórias
irreais e alienantes.
O conteúdo fragmentado e reduzido que nos é apresentado na escola desvaloriza nossa
cultura, como se fossemos sempre perdedores e valoriza a cultura dos “vencedores” (os
colonizadores).
A Semana do Estudante será uma grande oportunidade de debatermos sobre
ancestralidade, de refletimos sobre a riqueza que aprendemos e herdamos das tradições
dos nossos povos, será uma forma de resgatar as nossas raízes e valorizar as nossas
origens. “Nossos pais nos falavam...”
Uma questão interessante a ser pensada seria a questão da fé transmitida e da fé
assumida, a religiosidade é uma das dimensões mais fortes quando falamos da cultura
de um povo, podemos pensar sobre religiosidade popular e sobre como a juventude se
relaciona com o sagrado na atualidade.
Pensamos em três passos importantes para trabalhar na Semana do/a Estudante:
PERTENCIMENTO, VALORIZAÇÃO E MANISFESTAÇÃO.
Primeiro, trabalhar a questão dos valores e da construção da identidade a partir do
pertencimento comunitário, pensar e refletir sobre a dimensão da casa. Chamar
atenção para questões importantes: Como cuidamos da nossa memória histórica? Como
restaurar a nossa casa mudando em alguns aspectos sem perder a essência, as origens?
Segundo, pensar num processo de valorização das nossas raízes, da nossa terra, dos
nossos princípios e da nossa história, resgatando com amor quem nos precedeu e o nosso
legado histórico.
Terceiro, divulgar as diversas formas de manifestações culturais existentes em nossos pais,
21
dando enfoque e valorizando as culturas esquecidas e desprezadas.
O grupo é um lugar de preservação das nossas raízes, da nossa memória.
Violência acontece sempre que o outro não é percebido como sujeito. O inverso da
violência não é a paz, mas a política (Hannah Arendt).
Idéias:
- Conto sobre a compreensão sobre comunidade de um povo africano
- Por que estão matando nossas raízes?
- Canto das três raças
- Frases de Paulo Freire sobre cultura
- Texto-base Intereclesial de 2000
Dia Nacional da Juventude
Tema:
DNJ 25 ANOS: CELEBRANDO A MEMÓRIA E TRANSFORMANDO A HISTÓRIA
Lema:
JUVENTUDE: MUITA REZA, MUITA LUTA E MUITA FESTA, EM MARCHA CONTRA A VIOLÊNCIA
Iluminação Bíblica:
- “Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes”.
Constatar a história social, com recortes de violência, da juventude a partir da história
dos DNJ’s. Fazer resgate histórico da caminhada.
É importante ressaltar que estamos há vinte e cinco anos chamando atenção da Igreja e
da sociedade sobre os principais problemas que atingem a nossa juventude.
Destacar a UTOPIA, “Outro mundo possível”, “Civilização do Amor”, “Reino de Deus”.
O DNJ das Bodas de Prata deve celebrar e fazer memórias da VIDA DA JUVENTUDE, dos
sonhos, das lutas, dos projetos, das perdas, dos direitos conquistados, dos jovens que
deram e dão suas vidas. Este DNJ deverá fazer recordar nomes, rostos, cheiros, músicas,
lugares, lutas, sabores, etc.
Festa, a juventude é festa, é sacramento da novidade, é uma realidade teológica,
celebremos a beleza e a ousadia juvenil.
−Vida Celebrada
−A partir do resgate da história, sonhar um mundo novo.
−Relações humanas mais humanas
−Com que relações de trabalho nós sonhamos?
−Como sonhamos viver a nossa cultura?
−Resignificar a importância da utopia enquanto projeto.
−Quais as dívidas que temos com a juventude?
−Qual é a casa que queremos?
−Contexto do nascimento do DNJ, Ano Internacional da Juventude, tempos de
mortes e de muitas lutas;
22
−Cada lugar pode fazer memórias dos seus DNJ’s;
−A idéia de jubileu, tempo de graça, deverá perpassar os materiais.

Dia Nacional da Juventude
Eixo temático: Jubileu 25 anos
Tema: DNJ 25 anos: Celebrando a memória e transformando a história
Lema: Juventude: muita reza, muita luta, muita festa, em marcha contra a violência
Referencial Teológico: “Abra a mão em favor do seu irmão, do seu pobre, na terra onde você está” (Deuteronômio 15)
O Dia Nacional da Juventude 2010 será tempo de dar graças pelos 25 anos, fazendo memória do tempo passado e projetando passos e sonhos para o futuro! Jubileu é tempo de revisar as dívidas, de dar a liberdade! O DNJ nos convida a refletir quais dívidas sociais o Brasil tem com a juventude? Vamos saná-las para um tempo de liberdade e vida?Jubileu também é tempo de organizar a “casa”. O que está acontecendo com a nossa “casa” (sociedade)? Que “casa” nós queremos para os próximos 25 anos? Muitas proposições que vamos poder aprofundar no DNJ.

As três Atividades Permanentes compõem um processo. Os temas propostos querem ajudar os grupos jovens a viver esse caminho refletindo as dívidas sociais com a juventude, o chão que pisamos, suas marcas e cores para celebrar, sonhar e participar da construção de um tempo de justiça, tempo de Reino.
As Atividades deste ano querem também fortalecer a Campanha contra a violência e o extermínio de jovens, convidando a juventude para ir em marcha por outro mundo possível.


2008
Tema: Juventude e os meios de comunicação
Lema: Queremos pautar as razões do nosso viver!

2007
Tema: Juventude e Meio Ambiente
Lema: É missão de todos nós. Deus chama: quero ouvir a sua voz

2006
Tema: Juventude na construção de um projeto popular para o Brasil
Lema: Juventude que ousa sonhar constrói um Brasil popular!

2005
Tema: Políticas Públicas para a juventude
Lema: Juventude, vamos lutar! Chegou a hora do nosso sonho realizar!

2004
Tema: Políticas Públicas para a Juventude
Lema: A gente quer valer nosso suor, a gente quer do bom e do melhor

2003
Tema: Políticas Públicas para a Juventude
Lema: Lancemos as redes em águas mais profundas

2002
Tema: Políticas Públicas para a Juventude
Lema: "A Vida se tece de Sonhos"

2001
Tema: Políticas Públicas para a Juventude
Lema: Paz, Dom de Deus, Direito da Juventude

2000
Tema: Juventude e Dívidas Sociais
Lema: Jubileu da Terra - Um Sopro de Vida

1999
Tema: Juventude e Dívidas Sociais
Lema: Vida em Plenitude, Trabalho para a Juventude

1998
Tema: Juventude e Direitos Humanos
Lema: Nas Asas da Esperança, Gestamos a Mudança

1997
Tema: Juventude e Direitos Humanos
Lema: A Vida Floresce, Quando a Liberdade Acontece

1996
Tema: Juventude e Cidadania
Lema: Quero Ver o Novo no Poder

1995
Tema: Juventude e Cidadania
Lema: Construindo a Vida

1994
Tema: Juventude e Cultura
Lema: Nossa Cara, Nossa Cultura

1993
Tema: Juventude e AIDS
Lema: Um Grito por Solidariedade

1992
Tema: Juventude e Ecologia
Lema: Ouça o ECO (logia) da Vida

1991
Tema: Juventude e América Latina
Lema: Latino-americanos, por quê não?

1990
Tema: Juventude e Trabalho
Lema: Juventude: Do nosso suor, a riqueza de quem?

1989
Tema: Juventude e Educação
Lema: Juventude, Cadê a Educação?

1988
Tema: Juventude, Libertação na Luta do Povo
Lema: Mulher, Negro, Índio e Eleições

1987
Tema: Juventude e Participação
Lema: Juventude, Presença e Participação

1986
Tema: Juventude e Terra
Lema: Juventude Construindo a Terra Prometida

1985
Tema: Ano Internacional da Juventude
Lema: Construindo uma Nova Sociedade