terça-feira, 31 de março de 2015

PJ integra coordenação da 3ª Conferência Nacional de Juventude

Tema da Conferência faz referência às variadas ações de transformação social realizadas pelo Brasil
Tema da Conferência faz referência às variadas ações de transformação social realizadas pelo Brasil
A Pastoral da Juventude foi eleita uma das 15 entidades da Sociedade Civil responsável por organizar a 3ª Conferência Nacional de Juventude, a ser realizada na capital federal ainda em 2015. A escolha foi feita nesta quinta-feira (26) durante reunião do Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE).
A PJ ajudará a dinamizar a realização das Conferências em todo território nacional. O objetivo é discutir e apontar caminhos para a aplicação de Políticas Públicas de Juventude por parte dos Governos. A Secretária Nacional da PJ, Aline Ogliari, afirmou que a participação da PJ é desafiante, mas também importante, graças ao “acúmulo histórico de debate sobre políticas públicas de juventude – antes mesmo delas começarem a serem trabalhadas e abordadas com mais seriedade por parte do Estado”.
O tema da 3ª Conferência Nacional de Juventude foi intulado de “As várias formas de transformar o Brasil”. Segundo o representante da PJ no CONJUVE, Samuel Werneck, a PJ tem muito a contribuir. “Mais do que nunca é o momento dos nossos mais de 10 mil grupos de base mostrarem as várias ações que estão fazendo para mudar o país. Devemos participar efetivamente da construção das etapas municipais e estaduais, sobretudo, exercendo nosso compromisso profético de ir aos lugares onde a juventude sofre, a exemplo de Jesus Cristo”, ressalta Samuel.
PARTICIPAÇÃO E CONTRIBUIÇÃO
                Em 2011 a PJ participou da realização da 2ª Conferência Nacional da Juventude. O então representante da PJ no CONJUVE, Alex Piero, fez parte da Coordenação e mobilizou grupos de base e lideranças de todo o país. As contribuições da PJ na construção das Políticas Públicas de Juventude são reconhecidas desde a criação do CONJUVE , em 2005.
Fonte: Pastoral da Juventude Nacional

domingo, 29 de março de 2015

PJ do Continente realiza Encontro de Responsáveis Nacionais, no Caribe

11088207_10205225227941748_2052369266_n
Iago (jovem agachado da esq. para dir.) representou as Pastorais da Juventude pela delegação do Brasil
O XVIII Encontro Latino-americano dos Responsáveis Nacionais da Pastoral Juvenil (ELARNPJ) foi realizado de 15 a 21 de março em Curaçao, que fica no Caribe. As Pastorais da Juventude (PJ, PJE, PJR e PJMP) foram representadas pelo Secretário Nacional da Pastoral da Juventude Estudantil, Iago Evarnovite. Além dele, participaram a representante dos movimentos, Valesca Montenegro; das novas comunidades, Anderlon Mendes; das congregações, Maurício Stanzani e dois assessores da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude: Padre Toninho Ramos e D. Vilsom Basso. A delegação brasileira contou com a companhia do jovem Luís Duarte e de Pe. Maicon Malacarne. Eles foram convidados, após vencerem o concurso para a oração do Encontro.
O Encontro discutiu e trouxe olhares sobre os “lugares vitais” das Juventudes em seus grupos de base. Os jovens e assessores das 22 nações latino-americanas presentes partilharam suas realidades e desafios comuns. O jovem Iago destacou que passos foram construídos pelo grupo com vistas ao próximo Encontro, que será realizado em 2017. “Estes momentos de resgate, partilha, sonho, revisão e construção só deram a certeza de que estamos cada vez mais próximos de nossa tão sonhada Civilização do Amor. Por estes momentos, também tivemos a certeza de que esta Civilização só pode ser construída em um trabalho conjunto, de uma rede de jovens protagonistas, empenhados em transformar suas realidades locais, a partir de gestos concretos, assim como Jesus nos ensinou”, ressaltou.
O Encontro foi encerrado com a construção de gestos concretos por parte de cada região. O Brasil pertence à região do Cone Sul, junto a Paraguai, Uruguai, Argentina e Chile. Os jovens e assessores intitularam o gesto comum de “Tu és meu irmão”. “Esse gesto desenvolve o modelo de Igreja em saída proposto pelo Papa Francisco, um caminho de evangelização que passa, necessariamente, pela visita à juventude encarcerada, empobrecida e excluída”, afirmou Evarnovite.
A uruguaia Maria Eugênia foi eleita secretária da PJ do Cone Sul e o chileno Ricardo foi eleito assessor. Ambos estarão neste serviço pelos próximos dois anos.
O XVIII ELARNPJ foi convocado com o tema: “Revitalizando e valorizando a realidade dinâmica da PJ latino americana”, e iluminado pela passagem: “Lembra-te do caminho que o Senhor, teu Deus, te fez percorrer” (Dt 8,2).

JOVENS PEJOTEIROS COMPÕEM ORAÇÃO DO ENCONTRO LATINO-AMERICANO
               
Pe. Maicon Malacarne e Luís Duarte levam bandeira da PJ para Encontro em Curaçao
Pe. Maicon Malacarne e Luís Duarte levam bandeira da PJ para Encontro em Curaçao
O jovem Luís Duarte, que já fez parte da Coordenação Nacional da Pastoral da Juventude, e Pe. Maicon Malacarne elaboraram a oração do XVIII ELARNPJ, que foi eleita em concurso. Eles foram convidados a participar do mesmo e integraram a delegação brasileira.
Pejoteiros e pejoteiras de todo país estiveram em sintonia por meio de mensagens, orações e partilhas. Ambos disseram que foi um momento de muita beleza e memória de toda contribuição da Pastoral da Juventude na caminhada latino-americana.
Luís Duarte destacou o momento de Envio, que encerrou as atividades em Curaçao. “Voltamos aos nossos países e grupos para seguir na entrega radical da vida pela juventude com esperança, amor, utopia e profecia. Que o Senhor que nos enviou possa igualmente seguir nos acompanhando para sermos fiéis aos jovens, aos pobres e a Civilização do Amor”, declarou em clima de oração.
A oração oficial, composta por Pe. Maicon e Luís, você confere aqui: ORAÇÃO DO XVIII ELARNPJ.
Fonte: Pastoral da Juventude Nacional

sábado, 28 de março de 2015

Coordenação Nacional da PJ se reúne em São Paulo

O Centro de Juventude Anchietanum de São Paulo foi a casa da Coordenação Nacional da Pastoral da Juventude e Comissão Nacional de Assessores de 19 a 22 de março. Foi lá que os jovens e assessores se reuniram para a primeira reunião de 2015, que, dentre outras pautas, contou com a avaliação do ENPJ e a partilha da caminhada da Pastoral da Juventude nos Regionais do Brasil.
Jovens e Assessores posam para foto oficial
Jovens e Assessores posam para foto oficial
“As partilhas são momentos ricos e bonitos. Percebemos uma Primavera na vida da Igreja com as atitudes de Francisco. Também sentimos um olhar mais cuidadoso dos Bispos para com a Juventude”, afirmou Guto Wendler, que representa a PJ do Regional Sul 2 (PR). O grupo falou da realidade dos grupos de jovens, além da caminhada dos Regionais com seus projetos e atividades para 2015.
Essa foi a primeira reunião da Coordenação após a realização do XI Encontro Nacional da Pastoral da Juventude, realizado de 18 a 25 de janeiro na cidade de Manaus/AM. O momento foi também de ler as avaliações dos delegados e delegadas e fazer apontamentos para a realização da próxima atividade, que deve ocorrer depois de 3 anos. O membro da Comissão Nacional de Assessores, Irmão Paulo de Jesus, destacou a temática do XI ENPJ, que refletiu a figura de Jesus através da Iluminação Bíblica: “Mestre, onde moras? Vinde e vede!”(Jo 1, 38-39b). “O processo metodológico que vimos construindo nos últimos encontros nacionais nos sinalizam que passamos pelos grupos de base, refletimos nossa eclesialidade e, agora, reafirmamos a centralidade na pessoa de Jesus. É bonito ouvir e constatar nas avaliações que, a juventude que esteve em Manaus, partilhou a vida, o pão e a utopia… Reconheceram o mestre e voltaram contentes para anunciá-lo”, afirmou.

CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE
O grupo contou ainda com a visita de Alex Piero, que partilhou sobre sua participação na construção da Segunda Conferência de Juventude, quando representou a PJ no Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE). O atual representante da PJ, Samuel Werneck, afirmou que a PJ vai seguir contribuindo nas discussões de Políticas Públicas e vai se mobilizar em todo o Brasil para garantir a pauta das principais bandeiras assumidas, como a luta contra o Extermínio da Juventude na Terceira Conferência, que foi anunciada para o ano de 2015.
Fonte: Pastoral da Juventude Nacional

sexta-feira, 27 de março de 2015

Escola da Juventude Dom Hélder Câmara tem primeira etapa do ano em Feira de Santana



De 20 a 22 de março aconteceu a 1ª Etapa da Escola da Juventude Dom Hélder Câmara, no ano de 2015. Na sexta-feira, houve a acolhida, e a mística de apresentação, conduzida pela assessora Lu Vieira, e nesta mística ela questionava aos jovens qual é o cheiro de ser PJ, de estar na Escola da Juventude. Logo após, a atriz e pjoteira Camila Dias, conduziu uma dinâmica sobre o corpo.
O sábado de manhã, começou com a reza do Ofício Divino da Juventude e seguiu com a temática autoconhecimento e história pessoal, momento esse que foi conduzido pela psicóloga Jackeline. Ainda pela manhã tivemos a presença de dos padre Cristiano Fechine (responsável pelo Setor Diocesano de Juventude) e José Nery (Vigário Geral da Arquidiocese), junto com ele tivemos a visita do Nobert da Adveniat e da Marileide que é a secretária de nossa Arquidiocese. Todos juntos, cantamos algumas músicas pjoteiras e fizemos a ciranda da Campanha Contra a Violência e o Extermínio de Jovens. Pela tarde a temática, foi afetividade e sexualidade, conduzida pela Irmã Lilian, recém chegada à Arquidiocese de Feira de Santana. Na noite foi celebrada a Caminhada dos Mártires, ao qual fazemos lembranças dos nossos mártires, como Dom Hélder, Dom Oscar Romero, Frei Tito, entre outros. Logo após tivemos a missa com Padre Pedrinho, que é jesuíta, e é pároco da Paróquia Todos os Santos, onde se encontra a chácara onde se realiza as etapas da Escola da Juventude. Mais tarde foi feita uma pequena surpresa pela passagem do aniversário do ex-coordenador da PJ Arquidiocesana e articulador da PJB no Sub Regional, Erik Nascimento.
O domingo foi iniciado com a mística e em seguida foi abordada a temática Bíblia I (Antigo Testamento), conduzida pela nossa querida Irmã Jovelina. Por fim, foram dados os avisos e foi realizada a avaliação desta primeira etapa da Escola da Juventude.

Fonte: Lizandra Santana (CAPJ) e Erik Nascimento (Articulação da PJB no Sub Regional 3)

terça-feira, 24 de março de 2015

Bem Aventurado Oscar Romero das Américas, Rogai por nós!


Aos 24 de março de 1980, quando celebrava a Eucaristia, configurando sua vida e o seu ministério à vida e ao ministério de Jesus, Sumo e eterno Sacerdote, era assassinado pelas Forças de Segurança Nacional de El Salvador, Dom Oscar Arnulfo Romero y Galdamez, arcebispo Metropolitano.
A vida deste discípulo missionário de Jesus Cristo estava marcada pela sua fidelidade incondicional ao Evangelho. Como homem da Igreja, tornou-se o grande anunciador da fé e o admirável mestre da verdade. Suas homilias, pregadas com simplicidade e muita unção, fundamentadas na Sagrada Escritura e no Magistério da Igreja, fortalecia, encorajava o povo em sua esperança e denunciava com bravura as injustiças cometidas contra sua gente. Seu testemunho vivo fez a Igreja do El Salvador, da América Latina e de todo o Mundo compreender que o Cristianismo é de fato salvífico, significativo para as pessoas, quando tem presente suas vidas, suas dores, seus sofrimentos e, sobretudo, suas esperanças.
Oscar Romero, pastor visível daquela Igreja particular de San Salvador, não ficou indiferente à situação de miséria, de exploração e de terrível perseguição em que vivia o seu rebanho.  Sua vida doada e comprometida com a causa do Reino selou o seu destino. Não podia ser outro. Teve o mesmo destino do Profeta de Nazaré, Jesus Cristo, a testemunha fiel.
Confesso que meu coração se encheu de orgulho, alegria e vida de pertencer a essa Igreja de tantos santos e mártires, quando no dia 5 de fevereiro de 2009, em peregrinação a San Salvador, tive a graça de celebrar a Eucaristia no mesmo altar em que o sangue do nosso Profeta das Américas foi derramado, juntando-se, uma vez por todas, ao sangue do cordeiro pascal, aquele que tira o pecado do mundo.
Após 35 anos do seu assassinato, Deus quis, que outro Latino Americano, sentado na Cátedra de Pedro, nosso querido Papa Francisco, fosse aquele que reconhecesse o seu martírio, sua vida santa e decidisse sua beatificação.
Bem aventurado Oscar Romero das Américas, Rogai por nós

Dom Zanoni Demettino Castro
Arcebispo Coadjutor de Feira de Santana (BA)

Fonte: CNBB

domingo, 1 de março de 2015

CNBB divulga vídeos sobre a Reforma Política Democrática

O Projeto de Lei de Iniciativa Popular pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas foi lançado em 2013, em parceria com mais de cem entidades da sociedade civil, entre elas a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
 Entre as propostas do Projeto, a iniciativa propõe a proibição do financiamento das empresas e a instauração do financiamento democrático de campanha eleitoral; adoção do sistema eleitoral do voto dado em listas pré-ordenadas, democraticamente formadas pelos partidos, e submetidas a dois turnos de votação. Está prevista, também, a regulamentação dos instrumentos da democracia participativa, contidos na Constituição; criação de instrumentos eficazes voltados aos segmentos sub-representados da população, como os afrodescendentes e indígenas.
Vídeos
Para que o Projeto de Lei possa ser entregue ao Congresso Nacional, é necessário coletar 1,5 milhões de assinaturas. Visando colaborar na divulgação da iniciativa nas dioceses, paróquias e comunidades, a  pedido da CNBB, o Núcleo de Estudos Sociopolíticos (NESP) e Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais produziram três vídeos sobre a “Reforma Política”.  
“Os vídeos têm a finalidade de conscientizar a população sobre a importância da reforma política para nosso país e, consequentemente, informar sobre a intensificação da coleta de assinaturas nos regionais, (arqui)dioceses e comunidades da Igreja no Brasil”, explica o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner.
Fonte: CNBB