sábado, 18 de junho de 2011

Carta das Pastorais da Juventude do Brasil em repúdio à violência promovida pelo DCE da PUC-RS


Brasil, 14 de junho de 2011.

Nós, militantes das Pastorais da Juventude do Brasil (PJ, PJMP, PJR, PJE) manifestamos a nossa solidariedade aos companheiros e companheiras estudantes da PUC-RS que lutam por eleições democráticas e transparentes para o DCE desta Universidade, que foram agredidas/os covardemente por membros desta organização estudantil e também o nosso repúdio por este episódio de violência.

O fato ocorreu na noite do dia 13 de junho de 2011, PUC-RS, quando três estudantes, entre elas Tábata Silveira, militante da Pastoral da Juventude Estudantil, foram agredidas ao protestarem pela ausência de legitimidade do processo eleitoral para o 52º Congresso da UNE. Desde a semana passada, estudantes da PUC-RS vêm se mobilizando para denunciar as fraudes no processo eleitoral do CONUNE, como a impugnação de três chapas, e as agressões físicas e verbais contra mulheres e estudantes, episódios todos praticados pela atual gestão do DCE.

O ato criminoso por parte do DCE, a omissão e conivência dos seguranças da universidade é mais uma expressão de violência contra a mulher. Como mostra o vídeo (http://bit.ly/jCXRtw), Tábata e as demais estudantes foram agredidas fisicamente e verbalmente, de forma covarde.

Em sintonia com a Campanha Nacional Contra a Violência e Extermínio de Jovens, repudiamos este ato desumano, machista e humilhante. Somos contra qualquer tipo de ação violenta, que inferiorize, que humilhe, que exclua, que cause sofrimento na mulher e no homem. Somos a favor de uma realidade de VIDA, de respeito mútuo, de transformação social.

POR DEMOCRACIA E TRANSPARÊNCIA NO DCE PUC-RS!

CHEGA DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER!

CHEGA DE VIOLÊNCIA E EXTERMÍNIO DE JOVENS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário