sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

PJ é eleita para compor gestão do CEJUVE/BA (2017-2018)


A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e pessoas em pé

A Assembleia Eleitoral do Conselho Estadual de Juventude (Cejuve), realizada na tarde da última terça-feira (13), elegeu as 40 organizações da sociedade civil que irão participar da gestão do biênio 2017/2018 (clique aqui e confira os eleitos). A reunião aconteceu no auditório da Assembleia Legislativa da Bahia e elegeu os ocupantes das vagas de titulares e suplentes para as cadeiras Artísticas e Culturais, de Comunidades Tradicionais, Cultura e Educação, Do Campo, Estudantis, Feministas, Fóruns e Redes, Hip-Hop, Juventude Negra, Juventude Religiosa, LGBT, Mídia e Comunicação, Políticos Partidários, Saúde, Trabalho e Renda e Beneficiários de PPJ.


Na avaliação do coordenador de Políticas de Juventude da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Jabes Soares, “a renovação do Cejuve abriu espaço para a entrada de novas entidades, muitas do interior do estado, ampliando e diversificando as vozes que representam a juventude de toda a Bahia”, disse.
Segundo o atual presidente do Cejuve, Agnaldo Almeida, foram 70 entidades inscritas para o processo eleitoral, “número que superou a última assembleia eleitoral do Cejuve, o que demonstra a forte mobilização da juventude baiana e vontade de participar das decisões políticas. Nesse sentido, temos muito o que comemorar”, disse.
PJ presente na gestão 2017-2018 do CEJUVE
A Pastoral da Juventude continuará representada na composição do Conselho Estadual de Juventude, representada por Camila Borges, natural de Cruz das Almas. Segue abaixo partilha feita por ela sobre o processo da eleição: 
"A cadeira de juventude religiosa foi disputada pela Pastoral da Juventude, pela Cáritas e pela Aprisco, por meio de eleição foi escolhido a PJ como titular e a Cáritas como suplente, mandato é de dois anos, no primeiro ano (2017) a PJ será titular e a Cáritas a suplente, em 2018 será o inverso. 
A PJ indicou meu nome para representá-la. Eu faco parte da Pastoral da Juventude do Recôncavo a quase 10 anos, sendo que hoje estou no serviço da assessoria jovem. Tenho 25 anos, sou assistente social e mestranda em Ciências Sociais. 
A PJ vem a muito tempo fazendo o enfrentamento politico para a construção de politicas publicas de juventude, fazendo parte dos processos de construção, como as conferências de juventude. A PJ é uma rede de proteção da juventude, defende a vida plena. Para mim é muito gratificante poder estar representado essa pastoral tao qualificada. 
Entendo o conselho como um espaço de participação e controle social no acompanhamento da execução de politicas de juventude, estou representando esse coletivo e estarei em constante diálogo com a PJ. Pessoas da PJ que já fizeram parte desse conselho irão me ajudar nesse processo como Mailson, Michele, Jadeilson e Marcos. Agradeço a PJ pela indicação e a Mailson e demais pejoteiros que me incentivaram a assumir esse serviço." A PJ da Bahia também agradece a Mailson pelo serviço prestado junto ao CEJUVE durante o atual período, sempre assumindo a defesa da vida da juventude, como nossa pastoral prega.
A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas em pé
Com informações de Portal Abrantes e Camila Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário