terça-feira, 26 de julho de 2011

Nosso Jubileu

Com o tema: "Igreja, Vida e Missão" e o lema "Reaviva o Dom de Deus que há em Ti" (2Tm 1,6), estamos abrindo as comemorações para a celebração do Jubileu de Ouro de nossa Arquidiocese que acontecerá em julho 2012.

TODAS as forças vivas da Igreja, que estão em Feira de Santana, são chamadas a engajar-se para que a celebração do Jubileu seja, não só um momento de ação de graças por tudo que o Senhor nos possibilitou realizar neste cinqüenta anos, mas também uma ocasião para dar um impulso novo à Vida e Missão de nossa Igreja.

A ARQUIDIOCESE, ao longo desses anos, procurou ser fermento, sal e luz na vida do povo desta região. Vamos olhar o passado com gratidão, bem como pedir perdão por não termos correspondido à missão que nos foi confiada. No presente, queremos tornar a Igreja mais viva para que seja mais atuante. E, ao mesmo tempo, projetar o futuro com esperança, com união e participação de todos.

O QUE fazer para comemorar bem o Jubileu? Quando uma associação, um clube ou uma comunidade celebra seu cinqüentenário, uma das primeiras preocupações de alguns de seus membros é a de edificar um monumento, inaugurar uma placa ou editar um livro para deixar um registro perene daquele acontecimento. Na celebração do cinqüentenário de criação da Arquidiocese de Feira de Santana, que obra vamos deixar como lembrança? Que monumento construiremos para perenizar o cinqüentenário?

MAIS do que uma obra construída pelas mãos humanas, que o desgaste do tempo a "traça e a ferrugem podem corroer" (Mt 6,19), queremos edificar uma Igreja viva alicerçada na pedra angular que é o Cristo Senhor (At 4,11). Voltando-se para Ele e deixando-se irradiar pelo esplendor da Sua face queremos continuar caminhando, buscando ser luz para o povo como discípulos missionários, anunciando o Evangelho da Vida.

COM ALEGRIA, esperança e renovado ardor, lancemo-nos para a celebração do Jubileu da nossa Arquidiocese. Façamos dele um motivo para que a Nossa Igreja Particular cresça e se renove, por uma nova intensidade de ação pastoral e missionária. Reavivemos o dom que nos foi concedido para que, com entusiasmo, continuemos a missão e proclamemos Jesus Cristo, vida plena para a humanidade. Caminhemos juntos, acolhendo, com gratidão, nosso rico passado, vivendo, com paixão, nosso desafiador presente, e construindo, com confiança nosso esperançoso futuro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário