terça-feira, 8 de maio de 2012

PJ toma posse em cadeira titular na nova gestão do Conselho Nacional de Juventude.

A reunião da Coordenação Nacional da Pastoral da Juventude (PJ) realizada entre os dias 27 de abril a 1º de maio, em São Paulo/SP, aprofundou diversas temáticas da ação da PJ pelo Brasil. Entre elas destacou-se a atuação e presença da Pastoral da Juventude no Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE), em especial após a eleição da sociedade civil para o o CONJUVE no biênio 2012 e 2013 ocorrida no último mês em Brasília/DF, momento em que a PJ foi eleita titular em uma das cadeiras do segmento religioso.

Criado em 2005, o CONJUVE é composto por 20 representantes do governo federal e 40 da sociedade civil, sendo maioria no CONJUVE. Organização que reflete a diversidade dos atores sociais que contribuem para o enriquecimento do diálogo sobre as políticas públicas para os jovens brasileiros.

Mais uma vez a Pastoral da Juventude (PJ) ocupará o espaço na nova gestão como um dos representantes do segmento religioso. Tendo participado dos últimos fóruns de políticas de juventude no Brasil, a PJ compõe o CONJUVE desde a primeira gestão e ao longo dos anos teve participações significativas como a presidência do Conselho por meio da sua então Secretária Nacional, Elen Linth; bem como, a participação na 1ª e 2ª Conferência Nacional de Políticas Públicas de Juventude; contribuiu na construção da Rede Nacional de Conselhos de Juventude e uma expressiva colaboração nos conselhos estaduais, tendo presidido o Conselho de Juventude da Bahia, do Amazonas e de dezenas de municípios em todo Brasil.

A participação da PJ caminha em sintonia com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2011-2015 (CNBB) ao afirmar que é necessário “cada vez mais a participação social e política dos cristãos leigos e leigas nos diversos níveis e instituições, promovendo-se formação permanente e ações concretas”, especialmente “a participação, ativa e consciente, nos Conselhos de Direitos” (DGAE, n.115) como também “nos empenharmos na busca de políticas públicas que ofereçam as condições necessárias ao bem-estar de pessoas, famílias e povos (DGAE, n.116).

Além de Elen Linth, os jovens Edney Santos, da Arquidiocese de Manaus (AM) e Alexandre Piero, da Arquidiocese de São Paulo (SP), representaram a Pastoral da Juventude no conselho durante as últimas gestões. Em 2011, a PJ colaborou na construção da metodologia da 2ª Conferência Nacional de Juventude, assim como na articulação das Conferências Virtuais e também na mobilização das juventudes pelo país.

Para assumir a nova gestão da PJ no CONJUVE, foi escolhida a jovem Paula Cervelin Grassi, 22 anos, da Diocese de Caxias do Sul (RS), que assume a representação da Pastoral da Juventude, no biênio 2012-2013, nesse Conselho. Paula, estudante de Licenciatura em História, foi representante da PJ na Comissão Organizadora da 1ª Conferência Municipal de Juventude de Caxias do Sul (2007), bem como na Comissão Organizadora da 2ª Conferência Estadual de Juventude do Rio Grande do Sul (2011), além de delegada da 2ª Conferência Nacional de Juventude (2011). Foi coordenadora da PJ da Diocese de Caxias do Sul (2008-2009) e da PJ do Rio Grande do Sul (2010-2012). Participou pela sua diocese da delegação brasileira em 2011 para a Jornada Mundial da Juventude, em Madri, na Espanha. Atualmente integra a Coordenação Nacional da Pastoral da Juventude, representando o Regional Sul 3 da CNBB, o estado do Rio Grande do Sul, serviço esse que se encerra em setembro deste ano.

A escolha da jovem Paula Cervelin Grassi decorreu por meio da indicação de todos os regionais de atuação da PJ, além da reflexão durante a reunião da Coordenação Nacional da Pastoral da Juventude sobre o perfil do/da jovem que representará a PJ.

A posse dos novos membros da sociedade civil eleitos acontece no dia 8 de maio durante a 28ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Juventude, em Brasília/DF.

As contribuições da PJ no CONJUVE continuarão sendo trilhadas por meio do diálogo e parcerias com os demais movimentos e entidades que integram este Conselho, bem como em diálogo com as orientações da Igreja do Brasil.

Caso queira saber mais a respeito da atuação da PJ no CONJUVE acesse a nossa página no endereço: conjuve.pj.org.br ou escreva para conjuve@pj.org.br.

LinkFonte: pj.org.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário