segunda-feira, 12 de novembro de 2012

CAJU elabora círculos bíblicos para a CF 2013


Leia o relato-síntese sobre o processo de elaboração dos subsídios para Círculos Bíblicos da Campanha da Fraternidade 2013.


A Igreja do Brasil realiza todos os anos a Campanha da Fraternidade, num esforço de gerar, durante o tempo quaresmal, um processo de conversão, que seja vivenciado a partir da fraternidade e da solidariedade. Em 2013, a Igreja convida seus fiéis a olhar para a Juventude, considerando os sinais que geram vida e morte.




O lema, inspirado na Profecia de Isaias 6,8: “Eis-me aqui, envia-me”, convida para assumir a missão do Reino de Deus, como norte que anima a vida da comunidade, a partir da experiência com Jesus. Para animar as comunidades a vivenciarem este tempo quaresmal e de fraternidade, com intensidade e compromisso, a Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) organiza uma série de instrumentos pedagógicos e orientações, como é o caso do texto base, dos círculos bíblicos, dos roteiros de encontros para jovens, crianças, escolas e catequese.

Durante o processo de produção e organização de materiais que sejam referencias para as comunidades vivenciarem a CF 2013, a CNBB tem convidado pessoas e instituições com histórico no serviço de evangelização da juventude para fazer parte deste caminho. A Casa da Juventude Padre Burnier – CAJU foi uma das instituições convidadas pela Comissão Bíblico-Catequética para colaborar na elaboração de Círculos Bíblicos com a temática da Campanha da Fraternidade 2013.
Os Círculos Bíblicos são momentos em que as comunidades se encontram para partilhar a vida, as dores e alegrias da semana, a experiência de ler a Bíblia com os olhos da fé e da vida. Herdado da Leitura Popular da Bíblia, os círculos bíblicos são experiências do cotidiano, de fazer teologia e leituras bíblicas a partir do corpo pessoal e comunitário. Nesse esforço de convocar (convidar com o coração) a comunidade a vivenciar com intensidade o tempo quaresmal, como tempo de converter na direção da juventude, a CAJU, obra apostólica da Companhia de Jesus, assumiu essa missão, como Igreja do Brasil, a “serviço da fé e da promoção da justiça”.
Para essa tarefa, nos reunimos em torno da mesa, como seguidores/as de Jesus, para pensar quais eram os caminhos que podíamos convidar as comunidades a percorrerem um caminho na direção da conversão e do compromisso com a juventude. Traçamos um itinerário de viagem, a partir dos lugares bíblicos: Belém, Nazaré, Betânia, Samaria, Jerusalém e Galileia. Um itinerário que provoca a comunidade a olhar para a pessoa do jovem, seu jeito de ser e se apresentar na sociedade de hoje, para construir relações marcadas pelo afeto; tecer redes de proteção, em defesa da vida da juventude empobrecida, vítima primeira do sistema capitalista; assuma com profetismo, a luta contra a violência e o extermínio de jovens e a favor da vida, num movimento de proclamar a vitória da vida sobre a morte e como comunidade proclamar “A Juventude Quer Viver”. Ao final desse caminho, há um convite para celebrar a conversão, a esperança e a solidariedade, num compromisso permanente com a vida da juventude.
A missão e o Seguimento de Jesus se dão na comunidade daqueles que se amam e se querem bem, crentes nesta opção politico-teológica, tecendo uma ciranda de mulheres e homens comprometidos/as com a causa da juventude, para colaborar na elaboração dos círculos bíblicos. São elas/eles: Aurisberg Leite Matutino, Carmem Lucia Teixeira, Débora da Costa Barros, Edina Lima Cardoso, Edinaldo Gomes Barbosa, Erika Pereira Santos, João Paulo Pucinelli, Katiuska Serafin Nieves, Lourival Rodrigues da Silva, Marcelo Antonio Lemos, Marcelo Igor de Sousa, Maria das Graças Figueiredo da Silva Mendes, Regina Marta Pereira Morais.
No subsídio lançado pela Editora CNBB, ainda que não apareçam os nomes das pessoas que colaboraram no caminho, nem da Casa da Juventude Pe. Burnier, ao tomarmos os textos nas mãos, reconhecemos as trajetórias, as pedagogias e as leituras de mundo que a CAJU carrega ao longo de 28 anos de serviço à Juventude, aos Empobrecidos, às Pastorais da Juventude e à Igreja do Brasil e da América Latina.
As comunidades que vivenciarem esses Círculos Bíblicos são convidadas a contar suas experiências, colaborando com a Casa da Juventude, na busca do Magis – do ser mais -, para a maior glória de Deus. Enviem sugestões e apontamentos, para o e-mail: caju@casadajuventude.org.br. Os Círculos Bíblicos podem ser adquiridos nas 

Carmem Lucia Teixeira e João Paulo Pucinelli
Casa da Juventude Padre Burnier
Fonte: Casa da Juventude Padre Burnier (casadajuventude.org.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário