sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Questões sobre transgênicos são apresentadas à CNBB

O bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Steiner, recebeu ontem, 7,  na sede da instituição, em Brasília (DF), o líder do Movimento Sem Terra (MST), o economista João Pedro Stedile, e o engenheiro agrônomo e professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSC), Rubens Nodari. Na ocasião, os representantes dos movimentos sociais e cientistas entregaram ao secretário cópia de uma carta enviada ao papa Francisco, no mês de abril.
O texto trata da temática dos transgênicos e seus impactos sobre as populações rurais e urbanas. O material, organizado pela Via Campesina, contou com a participação de oito cientistas e especialistas de seis países, que estudam o assunto por décadas e que se posicionam contra o uso dos transgênicos.
Na carta, é pedido o apoio de Francisco neste debate. “Acreditamos que seria de enorme transcendência e de grande valor para todos que Vossa Santidade se expresse criticamente sobre os transgênicos e em apoio à agricultura camponesa, o que seria uma importante ajuda para salvar os povos e o planeta da ameaça que significa o controle da vida por parte de empresas que monopolizam as sementes, chave de toda rede alimentar”, diz o texto.
Dom Leonardo disse que o papa está aberto a novas discussões e tem se dedicado a ouvir e acolher os diferentes posicionamentos sobre questões diversas, principalmente se voltadas aos valores éticos e humanos. O secretário recordou, ainda, do interesse de Francisco nos debates em favor da vida e do pobre.  “Ele é uma pessoa que tem posições e tem destacado que a economia não pode se sobrepor à pessoa humana", afirmou. 
Fonte: CNBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário