sexta-feira, 17 de outubro de 2014

O DNJ e a Pastoral da Juventude

Aline Ogliari - Secretaria Nacional da Pastoral da Juventude
Nos passos de Jesus e renovando seu compromisso com a vida da juventude, como Igreja Jovem, a Pastoral da Juventude participa da realização do Dia Nacional da Juventude 2014, que será celebrada na maior parte das dioceses no próximo domingo (19 de outubro).

A PJ assume e vive o Dia Nacional da Juventude desde sua criação, na década de oitenta, e provoca que o DNJ tenha sempre um caráter celebrativo, processual, formativo, convocatório e de compromisso. Com o DNJ, a PJ celebra a caminhada dos grupos de jovens da Diocese e a vida da juventude, e aproveita para que a atividade tenha um caráter de convocar e nuclear novos grupos de jovens. Celebra também, na Eucaristia, a vida, paixão, morte e ressurreição de Jesus, renovando nos jovens o seguimento ao Mestre, sua pertença eclesial e seu compromisso de contribuir na construção da Civilização do Amor. Logo, o DNJ não é apenas um evento isolado, e sim é parte do processo de educação na fé que a Pastoral da Juventude realiza com os/as jovens.
DNJ pelo Brasil
Nessa direção, o DNJ sempre reflete um tema que afeta diretamente a vida da juventude. Esse tema em geral dialoga com as temáticas da Campanha da Fraternidade e está em sintonia com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora e do documento 85 da CNBB, e é por isso que a PJ se mobiliza no aprofundamento da temática e na preparação para o DNJ. Da mesma forma, tem em si um caráter de compromisso, pois se faz lugar de reafirmar o compromisso com a vida da juventude, em especial, da mais empobrecida. Esse compromisso brota do seguimento a Jesus, que veio para dar vida e vida em abundância para todos (Jo 10, 10), da celebração da Eucaristia, de nosso ser Igreja e de nosso amor incondicional à juventude.
Oxalá o DNJ siga reunindo os/as jovens, celebrando a vida da juventude, renovando nosso compromisso com a sua vida e com os/as pobres, nossa doação da vida, na causa do Reino e nos passos de Jesus.
Fonte: Aline Ogliari, Secretaria Nacional da Pastoral da Juventude

Nenhum comentário:

Postar um comentário