sexta-feira, 8 de maio de 2015

CNBB e Cáritas lançam campanha de apoio ao Nepal

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira lançaram a Campanha de Solidariedade ao Nepal – SOS Nepal. A iniciativa pretende arrecadar recursos para auxiliar as mais de 8 milhões de pessoas atingidas pelo terremoto que devastou o país no dia 25 de abril.
O terremoto de magnitude 7,9 na escala Richter atingiu, além do Nepal, a Índia, a China, Bangladesh e o Paquistão. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o desastre natural deixou mais de 5 mil pessoas mortas e 6 mil feridas.
A Campanha está em sintonia com os apelos do papa Francisco, que dirigiu mensagem de alento aos atingidos, no domingo, dia 26. “Desejo confirmar a minha proximidade com as populações atingidas pelo forte terremoto no Nepal e que atingiu também os países vizinhos. Rezo pelas vítimas, pelos feridos e por todos os que sofrem devido a esta calamidade. Que tenham o apoio da solidariedade fraterna”, disse o papa.
Em carta dirigida às dioceses paróquias, comunidades, congregações, colégios e todas as pessoas de boa vontade, a Presidência da CNBB e o bispo de Santarém (PA) e presidente da Cáritas Brasileira, dom Flávio Giovenale, conclamam os brasileiros “para realização de uma grande corrente de oração e coleta de solidariedade, em favor do Nepal, no final de semana do dia das mães (09 e 10 de maio), fazendo memória de tantas mães, pais e filhos falecidos nesta tragédia”.
Os recursos arrecadados serão destinados para ações de urgência, disponibilização de itens como água potável, alimentos, lonas e tendas, atendimento às necessidades especiais das crianças, mulheres e pessoas com deficiências, com apoio posterior na reconstrução das condições de vida da população do Nepal.
A Cáritas disponibilizou três contas para depósito:
Banco do Brasil
Agência: 3475-4
Conta Corrente: 31.936-8

Banco Bradesco
Agência: 0606-8
Conta Corrente: 71.000-8

Caixa Econômica Federal
Agência: 1041
Conta Corrente: 3573-5
Operação: 003

Fonte: CNBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário