quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

CEBs: Nosso jeito de ser Igreja Jovem!


Estou no Crato, nas terras do “Padim” Padre Cícero, de Padre Ibiapina, de Beato Zé Lourenço, da beata Maria de Araújo e tantos/as outros/as romeiros/as anônimos/as que a cada dia fortalecem sua fé e esperança na mística dos que caminham. Aqui faremos em 2014, uma grande romaria daqueles e daquelas que são movidos/as também por esta mística cotidiana em muitos lugares deste Brasil e da América Latina. Será o 13º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base!

Para isso acontecem nessa semana duas atividades muito importantes no caminho preparatório: o Seminário Nacional das CEBs que tem por objetivo aprofundar e apropriar os agentes das CEBs dos regionais na temática proposta para o 13º. Estamos esperando mais ou menos 120 pessoas, entre leigos/as, religiosos/as, padres e bispos. Já tem muita gente, mas ainda chegarão mais. Terminando o Seminário, teremos a Ampliada Nacional para discutir as questões mais estruturais do Intereclesial. Ao todo teremos seis dias de intenso trabalho, vivência e partilha da caminhada para construção desse grande encontro que sonhamos cotidianamente.

Vivenciar estes dias aqui no Ceará é beber mais uma vez da fonte que me fortalece e me faz caminhar. Há poucos dias estava com centenas de companheiros/as no 10º Encontro Nacional da Pastoral da Juventude. Lá reafirmamos que “Somos Igreja Jovem”! Mais do que isso reafirmamos o NOSSO JEITO DE SER IGREJA JOVEM! E não poderia ser outro que não o de Comunidade Eclesial de Base! Podemos até viver em outros espaços, em outros “jeitos” de ser Igreja, na resistência, na contradição... mas não podemos jamais nos distanciar da mística que os move e que nos faz, no nosso íntimo, existir enquanto Pastoral. É CEBs! É o “modo normal da Igreja ser”! É, então, o modo normal de ser PJoteiro/a!

É esse o modo de ser Igreja Jovem que devemos ter em nossos horizontes. Uma Igreja de COMUNHÃO e PARTICIPAÇÃO. Espaço de JUSTIÇA e PROFECIA, mas também, e por isso, de TERNURA, ESPERANÇA, DINAMISMO, OUSADIA e NOVIDADE!

São esses sentimentos que me movem hoje! É o que me faz caminhar! São as esperanças que nutrem minha esperança! Devemos com nossa ação, extrapolar a Pastoral e se fundar na vida comunitária, se firmar nas CEBs! É lá que verdadeiramente nos encontramos com o Cristo, na Eucaristia, na Palavra de Deus, mas também nos irmãos e irmãs, que encontramos a força para continuarmos firmes na luta cotidiana da construção da Civilização do Amor!

Crato-CE, 24 de janeiro de 2012.

Thiesco Crisóstomo

Secretário Nacional da Pastoral da Juventude e

membro da Ampliada Nacional das CEBs pelo regional Norte 2


Fonte: pj.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário