sábado, 28 de janeiro de 2012

O que Grita do 10º


Bem, antes de tudo, eu nunca tinha nem mesmo saído de meu estado (BA). Não imaginei que iria num lugar tão afastado como Maringá/Paraná, tão cedo! Mas a PJ, está sempre nos instigando a ir mais longe, a dar mais um passo! E nesse meu 1º ENPJ, o que não faltou foi novidade.

Foi realmente uma experiência fantástica. Toda a semana do 10º foi de uma importância imensurável pra a nossa caminhada pastoral. Não gosto muito de falar em vivência pessoal, e tal... O bom mesmo é a vivência comunitária, com o outro, com o próximo.

Muito gostosa a sensação de estar com tanta gente que comunga do mesmo ideal de uma Igreja Libertadora, que caminha com os jovens. Desde o 1º ODJ, até a Missa de Abertura, pensava comigo mesmo, olhando aquele pessoal todo: “que massa!”. Não tinha outras palavras!

Mas quando começamos a gritar que devemos “ter voz, ter vez, lugar!”, lá na Catedral, deu aquela sensação de ter certeza de que o ENPJ iria valer muito à pena.

Quantos rostos, quantas história, quantos momentos que não tem como esquecer... Tanta VIDA! Tanta JUVENTUDE! É lindo ver os/as pjoteiros/as de cada canto desse imenso país, fazerem memória de nossas bases. Seja celebrando as festas do “roteiro”, ou as que nós mesmos começamos (especialmente o pessoal de minha terra!). Seja lembrando os que tombaram na Missa dos Mártires.

Não podemos esquecer as diversas realidades conhecidas em nosso dia de Missão nas paróquias, e nem das contribuições que demos aos Projetos Nacionais com um pouquinho de nosso tempo, e de nossa criatividade.

E no fim de todo esse percurso, ainda pudemos gritar, “Chega de Violência e de Extermínio de Jovens”. Um grito de guerra, mas contra esse poder opressor que tira a Vida de tanta gente, que tinha sonhos, e que poderia ainda os ter...

Quero terminar falando que podemos sim, falar FDP com mística! E não podemos de modo nenhum deixar cair a profecia! Quero deixar um abraço do tamanho do mundo, a todos e todas que conheci em Maringá. Tanta gente que só conhecia pelo facebook, mas agora posso falar que conheço pessoalmente. Um cheiro pra vocês. E Deus que é Liberdade e Libertação, nos ajude nessa labuta, que é pela Vida da Juventude! Nas nossas comunidades, grupos de base, em outros meios de atuação! Que venha o 11º! Muito axé, pra todo mundo!

Erik J. Nascimento Cerqueira

Arquidiocese de Feira de Santana

Coordenação da Pastoral da Juventude

Nenhum comentário:

Postar um comentário