segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

PJ no Fórum Social Temático

O Fórum Social Temático (FST) que aconteceu esta semana em Porto Alegre (RS), dentro do processo de Fórum Social Mundial, teve como tema a “Crise Capitalista, Justiça Social e Ambiental” e foi uma etapa preparatória para a Cúpula dos Povos na Rio+20.

A Pastoral da Juventude (PJ) na luta contínua por um mundo mais solidário e digno a todos/as realizou durante o Fórum Social Temático (FST), uma roda de conversa sobre políticas públicas para a juventude (PPJs).

A atividade realizada pelos Projetos Nacionais da PJ “A juventude quer Viver” e “AJURI” na última quarta-feira (25) na paróquia Nossa Senhora das Dores, em Porto Alegre, reuniu jovens pjoteiros/as de diversos estados presentes no Fórum. Durante a roda de conversa, foi partilhado e debatido o envolvimento da PJ no processo da 2ª Conferência Nacional da Juventude e de PPJs das comunidades tradicionais do Brasil. Também foi reafirmado o compromisso por políticas públicas que garantam a vida integral para a juventude.

Pastoral da Juventude na Marcha de Abertura e rodas de conversa

A tradicional Marcha de Abertura que oficialmente dá início a programação do Fórum também teve a participação da Pastoral da Juventude. Jovens dos diversos estados organizados na PJ se somaram a cerca de 30 mil pessoas que ocuparam as ruas de Porto Alegre na terça–feira, dia 26, em marcha contra o projeto de sociedade que gera injustiças e mortes em todo o mundo.

Com suas bandeiras e camisetas, a PJ defendeu mais uma vez a vida da juventude, por meio do grito “Chega de violência e extermínio de jovens”. Para Uilian Dalpiaz, secretário regional da PJ de Santa Catarina e participante pela primeira vez no Fórum, “a participação da PJ no Fórum destaca a importância da mesma em se fazer presença em espaços que lutam pela efetivação da garantia e defesa dos direitos de todos/as, em especial a juventude”.

A PJ também participou na quinta-feira (26) de uma roda de diálogo no que se refere à construção do processo de juventudes rumo à Cúpula dos Povos e Rio + 20. Já no sábado (28) a presença se deu na Assembleia dos Movimentos Sociais presentes no FST. A assembléia encaminhou mobilização comum contra o capitalismo e por mais justiça ambiental e social parao dia 5 junho. O objetivo é marcar posição sobre a Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável. E a PJ mais uma vez afirma seu compromisso com os espaços que assumem a construção de outro mundo possível.

Fonte: PJ Nacional - pj.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário