segunda-feira, 4 de março de 2013

Os jovens no Brasil


Um recente estudo da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) mostra o cenário onde os jovens vivem e sobrevivem no Brasil, exigindo transformações imediatas. Tal pesquisa partiu de alguns indicadores: taxa de analfabetismo; escolarização adequada; qualidade de ensino; causa de mortalidade. Como resultado, descobriu-se esta realidade alarmante:
PRIMEIRA conclusão: a desigualdade social, gera, entre os jovens, grandes diferenças sociais, particularmente entre os brancos e os afrodescendentes. Sem superar tal desigualdade, é impossível vencer, por exemplo, a criminalidade. SEGUNDA conclusão: pela carência de educação e por causa do ensino de péssima qualidade, os jovens não conseguem ingressar no mercado de trabalho, tornando-se dependente de seus pais. Isso gera problemas de renda familiar entre os mais pobres. TERCEIRA conclusão: o analfabetismo ainda é um drama social a ser enfrentado e resolvido, pois as camadas mais pobres não conseguem estudo de qualidade.
A VIOLÊNCIA, também, tem sido um fator preocupante no meio da juventude. Encontram-se jovens com pouco mais de doze anos envolvidos no cenário da violência. Isso se deve à instabilidade social e à degradação do núcleo familiar. As drogas, também, estão presentes nesse cenário, pois os jovens, incitados pela propaganda comercial, sentem-se atraídos pela conquista dos produtos de moda e procuram caminhos fáceis e perigosos para sua aquisição.
A IGREJA Católica, escolheu a juventude como centro de suas reflexões durante este ano. Todos os olhares, as reflexões e as atividades terão seu foco na realidade dos jovens. A principal preocupação é a conscientização deles, destacando seus valores e sua força transformadora. Além disso a Igreja quer "acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos para seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção da vida, da justiça e da paz!.
ALÉM da Campanha da Fraternidade, os jovens são evidenciados, neste ano, com a realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Rio de Janeiro, entre 23 a 28 de julho. Tem como lema a ordem dada por Jesus aos discípulos pouco antes da Ascensão - "Ide e fazei discípulos entre todas as nações" (Mt 28,19).

Fonte: Arquidiocese de Feira de Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário